Por quê precisa ser feito?

O acesso à rede pública municipal de ensino ainda é precário para crianças a partir de 6 anos. Há uma enorme carência de creches em vários bairros da cidade para atender as crianças de 0 a 5 anos. O aluno da rede pública municipal de ensino tem acesso à educação muito tardiamente quando comparado aos alunos da rede privada.  

Essa situação precisa acabar. Desigualdade social se combate com educação de qualidade.

A Prefeitura do Recife só promete, mas não entrega as creches necessárias para atender a demanda dos recifenses. Além de ser ineficiente na construção e na administração de creches e escolas, gasta aproximadamente R$ 1.000,00 (um mil reais) por aluno.

Como fazer?

É necessário criar alternativas para o ingresso escolar das crianças de 0 a 5 anos. É preciso instituir a política de voucher na educação, uma parceria com creches e escolas particulares do bairro, para evitar a evasão escolar e garantir a oportunidade da educação para todas as crianças. 

Acredito que uma boa aplicação de investimentos públicos na educação e parcerias com a iniciativa privada garantem mais abrangência e oportunidades para todos.

Esse tema tem que ser encarado com seriedade e como política pública, com metas definidas, para médio e longo prazo.  Só a educação é capaz de criar oportunidades e transformar para melhor a realidade atual. 

O que deve ser feito?

Diante da carência de vagas na rede pública municipal de ensino, quero possibilitar aos pais, a oportunidade de matricular seus filhos na rede privada de ensino através de uma bolsa escolar de até R$ 1.000,00 (um mil reais). 

Além disso, fatores como proximidade da residência e identidade de costumes serão optativos para os pais, com a garantia do exercício da liberdade de escolha. A educação é a base para deixarmos de ser um país do passado e passarmos a ser um país do futuro.

Esses parceiros devem atender plenamente às necessidades das crianças, com horário integral de ensino e funcionamento de 7:00h às 19:00h. Este horário estendido possibilitará ao responsável, o retorno ao mercado de trabalho.